top of page
Buscar

Show do Blind Guardian em Porto Alegre no Bar Opinião

Quinta-feira, dia 23/11/2023, gritos ansiosos e fervorosos, saldaram a lenda do Heavy Metal Blind Guardian que subiu ao palco do Bar Opinião em Porto Alegre, pontualmente às 21:00.

A trilha de abertura fez o público gritar de empolgação e ansiedade pelo início do show. E a espera foi recompensada! De cara já mandam um "Imaginations From the Other Side" energizando o público que cantava e pulava, mostrando a receptividade do headbanger brasileiro, que aguardou seu retorno (aqui no sul do país) por mais de 8 anos!

O nítido preparo técnico e virtuoso dos músicos e a presença de palco parecia que acolhia o público, tornando a experiência imersiva tanto para os músicos quanto para a plateia.

Sobre o comando do vocalista Hansi Kürsch, os coros e cantos sincronizados da galera soavam como uma espécie de música de fundo, quase como parte permanente das músicas. A alegria e a surpresa dos músicos pela excelente participação dos presentes nas músicas, era muito nítida. Todos muito receptivos e com uma expressão acolhedora por parte dos que lotavam o evento.



O Dênis Lapuente de 22 anos atrás se manifestou em mim, deixando o “hospedeiro” mais velho rouco de tanto cantar e celebrar esse momento tão aguardado. Nunca tive condições no passado para poder estar presente nos shows anteriores do Blind, sempre estava trabalhando ou me virando para sobreviver como boa parte dos brasileiros.

No cenário do metal pesado, sempre foi desafiador para quem curte esse estilo de música, poder comparecer a eventos. Nossa realidade financeira quase sempre não permite. É compreensível que bandas do calibre do Blind Guardian, tenham um custo de investimento alto para as casas e produtoras, pois precisam ter o retorno do investimento. Mas a falta de alcance do pessoal de baixa renda é mais profunda que meramente uma questão comercial. Infelizmente até hoje ainda tem um certo elitismo na cena. Mas cada dia menos. Pois há bandas, produtoras, casas de eventos e fãs, que todo dia nadam contra essa limitação que muitas vezes separa a galera.



Continuando sobre o show, o Blind Guardian teve uma excelente receptividade das músicas apresentadas do novo disco “The God Machine”. Enquanto “Secrets of the American Gods” parecia um ino, músicas como “Violent Shadows” e “Blood of the Elves” pareciam trilhas de batalha! Rápidas, precisas e com uma aura que envolvia quem tivesse ouvindo.

A interação da banda com o público foi fantástica, em certo ponto Hansi surpreendeu o público com a inclusão de uma música que não estava no setlist. De uma forma gentil e cortes, perguntou para a galera se não se importariam de ouvir “Born in a Mourning Hall” do magnífico álbum "Imaginations From the Other Side". Nem preciso dizer a resposta né? E foi lindo! Valido deixar registrado a preocupação da banda com o pessoal que estava na grade, onde os mesmos orientavam seguidamente os assistentes de palco a alcançar garras de água para o pessoal da frente.




Muito antes da música ser anunciada, já se ouvia um coro animado de “Valhala”! Outra surpresa linda de ver no rosto dos músicos.

Entre clássicos como “Valhala”, “Ashes to Ashes”, “Nightfall” de discos consagrados da banda, vem a cereja do bolo para finalizar a noite, com “Mirror MIrror”.

Que noite! O Blind Guardian segue sua tour intitulada com o nome de seu mais recente trabalho de estúdio “The God Machine”. Para nós resta a lembrança dessa grande experiência e aguardar os próximos trabalhos da banda. Confiram os excelentes registros fotográficos da Indy Lopes, que captou muito da essência do evento com seu lindo trabalho.

E fica nosso agradecimento aos evolvidos no evento, tanto na organização quanto na manutenção. Obrigado mais uma vez Ricardinho da Abstratti Productions, Bar Opinião e demais apoiadores do Preto.



Fotos por Indy Lopes e resenha por Dênis Lapuente

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page